Tesoura para cabelo | O modelo certo para cada corte
851
post-template-default,single,single-post,postid-851,single-format-standard,bridge-core-2.6.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-23.1,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.5.0,vc_responsive

Como escolher a tesoura para cabelo certa para cada tipo de corte?

Este ano, os cortes compridos ganharam mais espaço, depois de um ano em que as pessoas — motivadas por todas as restrições provocadas pela pandemia ao longo deste último ano e meio — decidiram deixar crescer os fios. Mas há imensas variações e também as pessoas que não abrem mão dos médios e curtos. E todos os bons profissionais sabem que o segredo de sucesso de um corte está na tesoura para cabelos. 

Alguns tipos de tesoura são mais indicados para os cortes escalonados, enquanto outras são mais adequadas para cortes retos. Isto já para não falar nos cortes feitos a navalha, que dão um ar muito moderno e desconstruído.

Como escolher a tesoura de cabelo certa para cada corte? É o que vamos explicar neste artigo!

Nos próximos tópicos, vai encontrar referências dos cortes mais atuais desta temporada e também daqueles clássicos intemporais e vai ver qual tesoura é mais indicada para cada um deles. 

Vamos a isto? 

6 cortes para esta temporada

Já falámos aqui no nosso blogue sobre as tendências de cortes e barbas para os homens. Pode ler o conteúdo neste artigo: 

Por isso, agora vamos focalizar nos cortes femininos que, nesta temporada, estão a ter imensos estilos diferentes. 

Shaggy hair

Corte Shaggy Hair: aposte nas tesouras com fio navalha.

Completamente escalonado e com muitas camadas bem marcadas, o shaggy hair chegou em grande neste ano. Este corte acaba por ficar com uma aparência mais descontraída, uma vez que parece sempre estar um pouco desorganizado. Portanto, dá um ar mais leve a quem o usa, com toques de modernidade.

Um aspeto interessante sobre o shaggy hair é o facto de não ter um comprimento certo. Os cortes neste estilo tanto podem ser bastante curtos, como podem ser compridos, e também podem incluir ou não a franja. O importante é que as camadas sejam bem definidas e tenham aquele ar de too cool for school.   

Baby bangs

As baby bangs são outro estilo que chegou com força aos salões de Portugal. Modernos e disruptivos, estes cabelos trazem também o frescor e um ar de juventude. Mas o que é que são as baby bangs, afinal?

As tesouras com fio navalha são perfeitas para dar leveza e movimento neste corte.

De certeza que já as viu por aí: são as franjas bem curtas, cortadas acima das sobrancelhas ou até mais altas. Este ano, trazem uma novidade. As baby bangs agora chegam às ruas mais escalonadas e assimétricas. Para quem está à procura de um corte que passe a ideia de modernidade, estilo e personalidade, esta é a escolha certa.  

Blunt Bob

Corte Blunt Bob: aposte nas tesouras com fio laser.

No outro extremo do espetro dos cortes temos os blunt bobs, um clássico intemporal que nunca passa de moda. Os fios com a base muito reta tornaram-se icónicos em celebridades como Victoria Beckham, Khloé Kardashian, Dua Lipa e Hailey Baldwin, entre outras

A caraterística mais marcante deste corte é trazer os fios bastante simétricos, formando uma linha reta. Trata-se de um corte que passa a ideia de elegância e sofisticação que exige muita técnica dos cabeleireiros, uma vez que não há espaço para “esconder” alguma imperfeição. 

Para fazer um blunt bob perfeito, não se esqueça de utilizar um bom pente profissional. Os dentes finos irão ser de grande ajuda para acertar na simetria. 

Comprimento XXL

Um ano e meio de restrições menos ou mais pesadas, salões de beleza fechados de forma intermitente, outras prioridades e preocupações tomaram o tempo das pessoas. O resultado foi que imensas pessoas decidiram assumir o comprimento mais longo dos fios, e agora já não o querem abandonar! 

Os maxi cabelos à la Cher voltam em grande neste ano e podem ser lisos como encaracolados. Nestes casos, além de um bom corte para valorizar ou controlar o volume, é importante investir numa boa hidratação para manter os fios sempre saudáveis e os proteger das ações do sol, da poluição, do calcário na água etc.

Para isso, vê as vantagens da rampa de lavagem com a cuba em plástico no nosso artigo: 

Pixie

Mais uniformidade neste corte com a tesoura de desbaste.

Entretanto, a malta que gosta dos cortes curtíssimos também não tem andado a dormir, e os pixie cuts continuam a ser uma escolha frequente nos salões. Práticos, frescos e com ar de modernidade e descontração, os pixie cuts são um dos cortes intemporais que não passam de moda. 

Os pixie costumam ser estilos escalonados, mesmo curtos. E requerem uma grande habilidade do cabeleireiro profissional para lidar com os eventuais redemoinhos e outras peculiaridades de cada tipo de cabelo. 

French Allure

Um estilo de cabelo médio, mas com movimento e um ar de juventude e modernidade. São assim os cortes allure à francesa, que ficaram eternizados com Natalie Portman e Audrey Tautou no grande ecrã do cinema. Este é um corte de comprimento médio, de base reta e com franja. Em algumas variações, este corte aparece também com a zona da nuca um pouco mais curta e a frente ligeiramente mais comprida. 

Como escolher a melhor tesoura para cabelo? 

Cortar cabelo é uma atividade que requer uma técnica apurada, e o profissional precisa estar em constante atualização para se modernizar. Mas ter os acessórios corretos, como tesouras para cabelo profissional de boa qualidade, é essencial. 

Os melhores profissionais têm até mais de uma tesoura, uma vez que os variados modelos cumprem papéis diferentes nos tipos de corte. Vamos a seguir ver os principais modelos de tesouras e os seus usos. 

Fio laser

O fio laser é, normalmente, a primeira tesoura do kit dos cabeleireiros profissionais. Este modelo é indicado para os cortes retos, como as variações dos bob. Por ter uma microsserrilha na lâmina, estas tesouras para cabelo evitam que os fios deslizem e que o corte fique assimétrico. 

As tesouras fio laser também são muito indicadas para fazer a base dos cortes ou as franjas mais retas. Depois, com outros instrumentos, são feitas as camadas, os desbastes etc. Além disso, são tesouras que não retiram o volume dos cabelos, assim, são indicadas para os fios lisos e também os mais finos.    

Fio navalha

Tem uma cliente que pediu um shaggy hair? Então a tesoura fio navalha será a sua grande amiga. Como o próprio nome indica, estas tesouras para cabelo têm as lâminas afiadas como navalhas e são usadas para fazer as camadas dos cortes escalonados e desconetados. 

É muito comum os profissionais fazerem a base do corte com a tesoura fio laser e usarem a fio navalha para dar o acabamento, levando leveza e movimento para os fios. Um exemplo disto acontece nos cortes allure à francesa e também para as baby bangs. As lâminas podem estar menos ou mais afiadas, consoante o efeito que o profissional deseja atingir. 

Este tipo de tesouras não é indicado para cabelos demasiadamente secos ou com química. Uma vez que abrem os poros dos fios, o corte provocado pelas fio navalha pode desgastar as pontas, tornando o cabelo mais sensível e propenso a quebra nos fios. 

Tesoura de desbaste

Para cabelos volumosos, a tesoura de desbaste é a mais indicada. Neste modelo, uma das lâminas tem formato de pente, e isto faz com que estas tesouras não tirem no comprimento, mas apenas no volume dos cabelos. Assim, é possível manter a densidade dos fios no topo da cabeça, e diminuir progressivamente ao longo do comprimento. 

São muito usadas para os pixie cuts (e para os cortes masculino), porque permitem fazer a conexão entre uma camada do cabelo e a próxima, dando um efeito uniforme.  Por outro lado, também para os cabelos compridos, principalmente quando estes são encaracolados ou muito volumosos. 

Além dos diferentes modelos, o cabeleireiro profissional deve sempre ter atenção à qualidade dos instrumentos e dos materiais que compra. No caso das tesouras para cabelo, é fundamental que estas sejam feitas em aço inoxidável ou em aço-carbono com banho em aço inoxidável. 

Recomendamos isto porque, durante os cortes, muitas vezes as tesouras entrarão em contacto com os fios molhados. As tesouras que não têm revestimento em inox poderão oxidar, tendo a sua vida útil diminuída. 

Outra caraterística indispensável é o apoio de dedos, que melhora na pega da tesoura e evita lesões para o profissional. É importante também estar atento ao tamanho das tesouras. Para uma melhor ergonomia e a execução correta de uma técnica de corte, as tesouras precisam de se encaixar à perfeição na mão do cabeleireiro. Por isso, ao escolher o seu modelo, observe se existem tamanhos diferentes.

Muitos cabeleireiros esquerdinos têm dificuldades para encontrar tesouras para a mão esquerda. Algumas marcas de equipamentos, como a Dompel, têm modelos que podem ser utilizados em ambas as mãos, como a Tesoura Hair Professional e a Professional Plus

Na Dompel, trabalhamos com os melhores materiais. As nossas tesouras são feitas em aço inoxidável, com moldes desenvolvidos pelo nosso departamento de produtos. Isto garante não só a melhor qualidade, mas também o máximo em conforto e ergonomia para o profissional. 

A Dompel é uma marca brasileira de mobiliário de cabeleireiro e tem mais de 40 anos de experiência na produção e na venda de móveis, equipamentos, acessórios e materiais para salão de beleza. No Brasil, 2 a cada 3 salões têm produtos Dompel. 

Em 2018, iniciámos as nossas operações com stocks em Portugal, o que tornou todo o nosso processo de logística ainda mais rápido e seguro para todos os países da Europa. Atualmente, exportamos para mais de 15 países, entre os quais, Itália, Espanha, Reino Unido e França. 

Conheça a nossa loja online e monte o seu kit de tesouras para realizar os cortes mais espetaculares desta estação e de sempre!

Nenhum Comentário

Publicar Um Comentário

Psst, espere!

Está a gostar do conteúdo? Aproveite para subscrever a nossa newsletter e saber primeiro sempre que tivermos novidades ou ofertas!